PERFIS ESPORTIVOS

A prática esportiva é fundamental para se ter uma boa qualidade de vida, porém nem todos os indivíduos respondem
da mesma forma ao esporte. A contribuição da herança genética no rendimento esportivo é conhecida há tempos e
diversos estudos têm mostrado que existe uma hereditariedade dos fatores e das predisposições de condições física e
psicológica. Desse modo, a variação e os fatores genéticos contribuem para o rendimento esportivo e influenciam a
maneira como as pessoas respondem ao treinamento.

O desempenho esportivo é o resultado da contribuição e interação de muitos fatores. Esses fatores são classificados em:
fatores ambientais e fatores genéticos. Entre os fatores ambientais, cabe destacar a dieta, o tipo de treinamento e
preparação, as condições atmosféricas, entre outros.

Os fatores genéticos são variações na sequência do DNA (polimorfismos) que conferem diferentes características aos
indivíduos e que são importantes para o desempenho esportivo, como resposta muscular, resposta cardiovascular,
inflamação e suscetibilidade a lesões, entre muitas outras. Segundo vários estudos, os fatores genéticos contribuem
entre 20 a 50% na variação individual de certas características relacionadas ao desempenho esportivo. A análise genética
dos perfis de esporte inclui variantes que são encontradas com mais frequência em atletas de elite e que supõem
uma vantagem competitiva adicional ao treinamento em certas disciplinas.

Conhecer a genética relacionada ao esporte permite ajustar o treinamento e a dieta de acordo com os objetivos e de
forma personalizada, bem como conhecer a predisposição a possíveis lesões frequentes nos atletas.

Perfil genético SportGen

A análise genética consiste na avaliação de 106 polimorfismos relacionados com os diferentes aspectos do treinamento
físico e com a predisposição à diferentes tipos de lesões esportivas.

Módulos avaliados no exame :

1. Lesão: analisa polimorfismos envolvidos com a predisposição à câimbras, fraturas, inflamações, lesões ligamentares e
musculares, tendinopatias e capacidade de recuperação muscular após lesão.

2. Cardiovascular: analisa polimorfismos envolvidos com o risco à doenças coronarianas e hipertensão.

3. Capacidade Esportiva: verifica variantes envolvidos com a força e velocidade, mobilização do lactato, resistência
física, stress oxidativo e capacidade aeróbica.

4. Suplementação: identifica a eficácia na resposta ao uso de suplementos na melhora dos resultados esportivos.

Este teste é indicado para:

- Indivíduos que desejam melhorar seu rendimento esportivo;
- Prevenir, na medida do possível, as lesões associadas à prática esportiva de alto rendimento;
- Realizar uma abordagem individualizada e global para a otimização do treinamento esportivo.

Indicações

Os perfis genéticos de esporte são indicados para quem deseja:

• Melhorar seu desempenho desportivo através da personalização de seu treinamento e nutrição;

• Prevenir, na medida do possível, lesões frequentes da atividade física.

Encontre um Laboratório Parceiro

Laboratórios Parceiros

Encontre um Laboratório Parceiro

Encontrar