PRODUTOS DE CONCEPÇÃO

 

O teste POC estuda os restos fetais de uma perda gestacional para confirmar se o aborto foi resultado de uma alteração
cromossômica do embrião. São analisados os 24 cromossomos para identificar o motivo pelo qual a gestação foi interrompida
espontaneamente. Os resultados são obtidos em 99% dos casos.

Cerca de 50% das perdas gestacionais no primeiro trimestre de gestação são causadas por alterações cromossômicas.

Essa taxa é superior a 60% nos casos de mulheres submetidas a tratamentos de reprodução assistida.

As aneuploidias são alterações no número de cromossomos que podem ser responsáveis por abortos espontâneos ou
cromossomopatias em recém-nascidos. Por isso, o estudo genético do produto de concepção é de grande utilidade
para determinar a causa da perda gestacional e proporcionar aconselhamento reprodutivo.

Indicação do POC

Primeiro caso de aborto espontâneo no qual se deseja identificar se a causa está relacionada com alterações
cromossômicas no feto. Casais em tratamento de reprodução humana com algum caso de perda gestacional. Casos
de aborto de repetição.

Metodologia

Analisa material fetal do aborto espontâneo para determinar se a perda foi resultado de alteração
cromossômica. 24 cromossomos são analisados para identificar o motivo do
aborto espontâneo por NGS. Combina a análise de marcadores STR no sangue
materno, discriminando entre tecido materno e fetal utilizando impressão
digital de DNA (fingerprint).

Limitações do estudo de aborto mediante cariótipo convencional

Falha de crescimento durante etapa de cultura celular (30-80% dos casos). Contaminação microbiana. Contaminação
com células maternas que podem mascarar os resultados, escondendo a presença de anomalias fetais (contaminação
materna relatada entre 30-90% dos casos). Tempo de obtenção de resultados de 3 a 4 semanas.

PRODUTOS DE CONCEPÇÃO

Coleta da amostra

Material de aborto espontâneo expelido e coletados em casa.
*Material de aborto de gestações múltiplas. Nesses casos, é indispensável utilizar kits
independentes para cada feto. É suficiente apenas uma amostra de sangue materna.
*Amostras coletadas em qualquer momento da gestação por meio de curetagem
ou histeroscopia.

As amostras devem ser depositadas em frasco estéril com soro fisiológico estéril. É
necessário também o envio de 5 mL de sangue materno coletado em um tubo EDTA.

PRODUTOS DE CONCEPÇÃO

Transporte da amostra

A amostra deve ser transportada em temperatura ambiente (25°C) e com proteção adequada. Deve ser enviada
o mais rápido possível para evitar a degradação do tecido. Caso seja necessário postergar o envio, devido a
finais de semana e feriados, a amostra deve ser mantida a 4°C até o seu envio no próximo dia útil.

PRODUTOS DE CONCEPÇÃO

Referências

1. FERRO, J. et al. Improved accuracy of hysteroembryoscopic biopsies for karyotyping early missed abortions. Fertil Steril. nov. 2003, v. 80, n. 5.
2. HASSOLD, T. J. Am J Hum Genet. set. 1980 v. 32, n. 5, p. 723-730. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC1686106/

 

Encontre um Laboratório Parceiro

Laboratórios Parceiros

Encontre um Laboratório Parceiro

Encontrar