Resultado online:

Entrar

Notícias


05. jun. 2019

Dia Nacional do Teste do Pezinho

No dia 06 de junho celebramos o dia nacional do teste do pezinho, dedicado à importância da realização do exame em recém-nascidos.

A Triagem Neonatal teve seu início com os estudos do médico Robert Guthrie, por volta da década de 50. Sua pesquisa consistia em analisar níveis elevados de aminoacidopatias no sangue de recém-nascidos, assim era possível detectar precocemente determinadas doenças. Alguns anos depois o exame foi implantando em todos os estados americanos, sendo obrigatório aos recém-nascidos.

A importância do exame é detectar doenças que podem ser tratadas com mais rapidez, evitando risco a saúde do bebê, algumas doenças podem ser silenciosas, e o não tratamento pode levar a sequelas e até a morte.

Mais conhecido como Teste do Pezinho, o exame pode detectar várias condições na saúde do bebê. As principais doenças identificadas estão incluídas nos perfis oferecidos pelo DB, são elas:

  • Fenilcetonúria: Doença rara, congênita e genética que determina a falta de capacidade do organismo em quebrar as moléculas do aminoácido fenilalanina.
  • Hemoglobinopatias: Grupo de doenças que possuem mutações dos genes que codificam a hemoglobina e acabam alterando sua produção.
  • Aminoacidospatias: Anomalias genéticas herdadas de modo recessivo onde genes mutantes codificam enzimas anormais levando a perda da atividade funcional.
  • Hipotireoidismo Congênito: Incapacidade da glândula tireoide de produzir a quantidade necessária dos hormônios tireoidianos, diminuindo os processos metabólicos.

 

O DB oferece quatro planos para o Teste do Pezinho, que incluem exames mais complexos e conseguem identificar um número maior de doenças, conforme tabela abaixo.

                                   (Clique aqui para ampliar)

 

        (Clique aqui para ampliar)

Além desses exames, a família pode solicitar outros mais específicos que também estão disponíveis no DB, como o exame de fibrose cística por exemplo. Hoje o DB realiza cerca de 5.500 exames por mês, segundo informações do setor de Neonatal do DB.

O teste do pezinho é realizado retirando o sangue do calcanhar do bebê, apenas com uma picadinha, de forma simples e rápida.

Doenças identificadas previamente podem reduzir quaisquer danos futuros, possibilitando o início de tratamentos imediatos e aumentando a qualidade de vida dos bebês. Em casos mais graves o teste chega a salvar vidas.

 

 

Cadastre-se e receba as novidades do nosso informativo no seu e-mail: