Notícias


17. out. 2016

Tipos de biópsias para o diagnóstico de câncer de mama.

A biópsia é um procedimento simples que pode ser de realizado de maneira cirúrgica ou não. Consiste na retirada de uma pequena amostra de tecido ou células para se obter informações precisas sobre a origem de lesões, na maioria dos casos não há a necessidade de internação.

A amostra retirada é submetida à análise de um especialista em patologia clínica. O médico patologista é responsável por identificar o agente causal da doença e avaliar a gravidade das lesões nas células, tecidos ou órgãos.

saibamais

As biópsias mais utilizadas para diagnosticar câncer de mama são:

  • PAAF ou Punção Mamária: é um procedimento não cirúrgico em que se utiliza uma agulha para recolher amostras de células do nódulo mamário, com uma seringa simples em movimentos “vai e vem”.

mama_biopsia_agulhafina

 

  • Core Biopsy: a amostra também é extraída sem procedimento cirúrgico, a agulha utilizada é acoplada a uma pistola especial e é um pouco mais grossa em relação à PAAF. A posição da agulha de biópsia poderá ser guiada por mamografia digital estereotáxica ou ultrassom.

mama_biopsia_agulhagrossa

  • Mamotomia ou biópsia assistida a vácuo: a amostra de tecido é retirada por meio de uma agulha acoplada a um sistema a vácuo que possui corte rotatório, conectado a uma cânula que permite a sucção do tecido mamário. A agulha utilizada é mais grossa em relação a core biopsy.

 

  • Biópsia Cirúrgica: é realizada no centro cirúrgico e possibilita fazer a biópsia por congelamento, ou seja, o cirurgião vai avançando e repetindo o congelamento até que as margens cirúrgicas fiquem livres da doença.

 

  • Biópsia do Linfonodo: nesse tipo de biópsia o cirurgião consegue remover todo o linfonodo ou retirar uma amostra do tecido para que seja enviada ao patologista.

 

O DB Patologia oferece um serviço de atendimento ao cliente específico e direcionado,  realizado por profissionais treinados e capacitados para orientar e esclarecer dúvidas quanto aos exames de Anatomia Patológica e Citopatologia.

A equipe de Patologistas do DB é acessível e está sempre à disposição para esclarecer as dúvidas dos clientes e discutir casos, pensando no melhor diagnóstico para o paciente.

Além disso, o SAC do DB Patologia entra em contato com o cliente antecipadamente ao vencimento do exame, caso seja necessário a remarcação do mesmo.

O câncer de mama é o mais comum entre as mulheres no Brasil, por ano são mais de 57 mil novos casos da doença.

Clique aqui e conheça os fatores de risco para o desenvolvimento da doença, fique atenta aos sintomas e faça o exame preventivo regularmente.

Compartilhe essa ideia e entre na luta contra o câncer de mama você também!

Cadastre-se e receba as novidades do nosso informativo no seu e-mail: