Guia de Exâmes

Guia de Exames

ALÉRGENOS

 

Alergias são reações exageradas do sistema imunológico a substâncias que, para a maioria das pessoas, não causam
sintomas.

Os principais sintomas das doenças alérgicas são: espirros, coriza, obstrução nasal, tosse, irritação na garganta, gota
pós-nasal (muco escorrendo na parte posterior da garganta) e chiado no peito.

Existem diversos tipos de alergias. Entre as mais comuns estão: asma, rinite, conjuntivite, sinusite, urticária, alergia alimentar
(manifesta os mesmos sintomas das demais, após o contato com alimento). Em casos mais graves, o angioedema (inchaço
das pálpebras, lábios ou extremidades) e a anafilaxia. Quando o edema se localiza na língua ou na glote, representa uma
urgência médica por risco de asfixia.

Não existe idade determinada para que uma alergia apareça e se desenvolva. Ao ingerir o alérgeno (como é chamada a
proteína que desencadeia a reação alérgica), o organismo se protege e aciona a liberação de químicos inflamatórios
mediados por imunoglobulinas de classe E (IgE). A intensidade dos sintomas varia conforme a suscetibilidade de cada pessoa
e a quantidade de alérgeno ingerida.

Na maioria dos casos, o diagnóstico é feito com base nos sintomas e no histórico do paciente. Para que se possa identificar os
potenciais causadores das reações alérgicas, são necessários testes cutâneos e exames laboratoriais com dosagens de IgEs
específicas.

Os testes de quantificação de IgEs específicos oferecidos pelo DB, são capazes de detectar múltiplos alérgenos com uma única
amostra de sangue. Esse resultado, aliado ao histórico clínico do paciente e ao exame físico, auxilia o médico a diagnosticar a
causa dos sintomas e a definir o tratamento correto. 

Excluir tipos de alergias é tão importante quanto confirmá-las, pois desta maneira é possível evitar reações adversas e
medicações desnecessárias, diferenciando alergia de uma sensibilidade ou intolerância.

 ALÉRGENOS 

A alergia muda de forma dinâmica ao longo do tempo, sendo que os doentes podem superar ou adquirir novas alergias.
Recomenda-se o rastreio regular dos alérgenos relevantes, para que seja possível verificar se a abordagem do paciente deve
ser alterada, de modo a melhorar a sua saúde e a qualidade de vida.

O Diagnósticos do Brasil oferece aos clientes a dosagem da Imunoglobulina IgE Total e mais de 600 tipos de IgEs específicos,
para investigar diversos tipos de alergias, como: ácaros, pó doméstico, polens, gramíneas e árvores, parasitas, drogas, insetos,
epitélios e proteínas animais, ocupacionais e alimentos, entre outros.

 

Referências

1. NIAID – Instituto Nacional de Alergias e Doenças Infecciosas. Alergias ambientais: sintomas. 22 abr. 2015.
2. NIAID – Instituto Nacional de Alergias e Doenças Infecciosas. Alergias ambientais: sintomas. Tipos de doenças
alérgicas. 29 de maio de 2015. Disponível em: https://www.niaid.nih.gov/diseases-conditions?f%5B0%5D=disease%3A51&search=.
Acesso em: 27 mar. 2021.
3. SICHERER, S. H.; SAMPSON, H. A. Food allergy: Epidemiology, pathogenesis, diagnosis, and treatment.
NIAID - National Institute of Allergy and Infectious Diseases. julho de 2012. J Allergy Clin Immunol. fev. 2014. 133 (2): 291

Encontre um Laboratório Parceiro

Laboratórios Parceiros

Encontre um Laboratório Parceiro

Encontrar