FARMACOGENÉTICA NA PSIQUIATRIA

 A Farmacogenética estuda como as variações presentes no genoma de cada indivíduo podem influenciar na sua resposta aos medicamentos, tendo como objetivo auxiliar médicos na prescrição dos fármacos mais eficazes e seguros para seus pacientes.

Entre os transtornos psiquiátricos, a ansiedade, a depressão, a psicose e a epilepsia destacam-se por terem alta incidência na população, além de causarem grande impacto na qualidade de vida dos indivíduos. Apesar da variedade de medicamentos disponíveis, muitos pacientes apresentam baixa efetividade ou efeitos adversos graves.

Estudos demonstram que o índice de falha terapêutica aos antidepressivos oferecidos como terapia empírica inicial pode chegar até 50%. Por esse motivo a análise de Farmacogenética para pacientes em tratamento de transtornos psiquiátricos representa um importante avanço, trazendo informações sobre a metabolização dos medicamentos utilizados ou que possam ser prescritos no futuro, garantindo tratamentos mais eficazes e agilidade na reconquista da qualidade de vida pelo paciente.

FARMACOGENÉTICA NA PSIQUIATRIA

*Tipos de resposta que um mesmo fármaco pode produzir. Em azul, os indivíduos em que o medicamento é eficaz, apesar de demonstrar toxicidade. Em vermelho, aqueles que apresentam apenas os efeitos tóxicos. Em verde quando a medicação é apenas benéfica e, em amarelo, quando não é observado nenhum tipo de resposta.

Farmacogenética na Psiquiatria – o que é?

Testes genéticos que analisam a presença de variações nos principais genes associados com a metabolização dos diferentes grupos de medicamentos mais prescritos na prática clínica. Essas modificações podem influenciar na resposta aos medicamentos, gerando toxicidade ou falta de efeito farmacológico.

Aplicações

O Painel Farmacogenético auxilia médicos na prescrição dos fármacos mais eficazes e seguros para seu paciente,e além de auxiliar no ajuste da dose, oferecendo maior agilidade no tratamento e melhoria na saúde e qualidade de vida do indivíduo.

Exames disponíveis

Temos painéis focados que analisam os medicamentos utilizados no tratamento de transtornos psiquiátricos simples, sendo uma opção personalizada para auxiliar no problema atual do paciente. Confira na tabela abaixo os exames oferecidos pelo DB molecular com os respectivos códigos:

FARMACOGENÉTICA NA PSIQUIATRIA

Oferecemos também opções de painéis expandidos, que são de grande utilidade para pacientes onde são identificadas patologias com características complexas, havendo sobreposição de mais de um transtorno psiquiátrico, ou pacientes polimedicados que necessitam de uma análise ainda mais extensa.

Confira na tabela abaixo os exames oferecidos pelo DB molecular com os respectivos códigos:

FARMACOGENÉTICA NA PSIQUIATRIA

Principais diferenças entre FGCYP e FGSAME 

FARMACOGENÉTICA NA PSIQUIATRIA

*Para verificar a lista completa de medicamentos analisados entre em contato com a nossa Assessoria especializada.

Indicações

  • Indivíduos que não apresentam resposta à terapia empírica inicial;
  • Indivíduos polimedicados ou com problemas de saúde crônicos;
  • Pessoas que desejam otimizar o efeito de terapias atuais ou futuras.

Como solicitar?

  • Fazer a solicitação médica contendo as informações clínicas sobre o paciente, os medicamentos em uso e aqueles que deseja que sejam analisados, ou o nome do painel desejado com o código DB ao lado;
  • Realizar o preenchimento das informações presentes no formulário e assinatura do termo de consentimento pelo paciente.

 

Referências

1. ABBOTT, R. et al. Pharmacogenetic decision support tools: a new paradigm for late-life depression?. Am J Geriatr Psychiatry. fev. 2018, v. 26, n. 2, p. 125-133.
2. BARBARINO, J. M.; WHIRL-CARRILLO, M.; ALTMAN, R. B.; KLEIN, T. E. PharmGKB: a worldwide resource for pharmacogenomic information. Wiley Interdiscip Rev Syst Biol Med. 2018. [livro digital antes de ser publicado].
3. ILTIS-SEARCY, I. Response to the article by Bousman and colleagues: Systematic evaluation of commercial pharmacogenetic testing in psychiatry. Pharmacogenet Genomics. abr. 2018, v. 28, n. 4, p. 107-108.
4. LEFAIVRE, A.; LITINSKI, V.; VANDENHURK, M. Pharmacogenetic testing may improve drug treatments and shorten disability leaves. Benefits Q. 2017, v. 33, n. 1, p. 43-49. Disponível em: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov- /29465186.

 

 

Encontre um Laboratório Parceiro

Laboratórios Parceiros

Encontre um Laboratório Parceiro

Encontrar